Este Blog foi criado pelos Swissbite! Escolhemos esta Obra porque achamos que é um livro interessante e com uma história fascinante!!! Esperamos não só ganhar o Sapo Challenge como também mostrar de como a nossa escola da Amadora é capaz
=) Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
=) Mais sobre nós
=) Pesquisa
 
=) Os posts mais recentes

=) Destaques do Sapo Challen...

=) A equipa Swissbite

=) Excerto "O Enforcado"

=) A Barca Matutina - Um Sal...

=) A Barca Matutina - Um Gra...

=) Reportagem sobre Gil Vice...

=) Entrevista a Gil Vicente

=) Vida e Obra

=) Os arquivos

=) Abril 2007

=) Março 2007

=) Fevereiro 2007

=) Os nossos tags

=) 2007

=) challenge

=) destaques

=) enforcado gil vicente obra auto barca

=) entrevista gil vicente anjo diabo barca

=) gil vicente biografia obra data

=) jornal gil vicente barca matutina desapa

=) rapto gil vicente resgate swissbite jorn

=) reportagem gil vicente escola professor

=) sapo

=) swissbite equipa miguel tiago celia joao

=) todas as tags

=) Os nossos links
=) subscrever feeds
=) As nossas fotos
blogs SAPO
Quinta-feira, 5 de Abril de 2007
Destaques do Sapo Challenge 2007

 

Bem, travámos uma dura batalha e lá conseguimos um bom lugar, Swissbite, Destaques 2007 do distrito de Lisboa

Agora sinto-me: um swissbite contente
A música que estou a ouvir é: alguma coisa que não seja música
Os nossos tags: , , ,
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 22:26
O link do post é | Comente neste blog | Veja os comentários (2) | Adicione-nos aos seus favoritos
Domingo, 4 de Março de 2007
A equipa Swissbite

Eis a nossa equipa:

 

 

Unidos por uma causa, a grande obra de Gil Vicente, O Auto da Barca do Inferno

Agora sinto-me: um swissbite honrado
A música que estou a ouvir é: ERA dos Divano
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 21:24
O link do post é | Comente neste blog | Adicione-nos aos seus favoritos
Sábado, 3 de Março de 2007
Excerto "O Enforcado"

O seguinte excerto da obra de Gil Vicente, O Auto da Barca do Inferno é de grande relevância histórica, falamos do excerto, O Enforcado, iremos trancrever este excerto directamente da obra para o nosso blog

 


 

O Enforcado

Vem um homem que morreo enforcado, e, chegando ao batel dos mal-aventurados, disse o Arrais, tanto que chegou:

  1. Dia. - Venhais embora,enforcado!
    • Que diz lá  Garcia Moniz?
  2. Enf. - Eu te direi que ele diz:
    • que fui bem-aventurao
    • e morrer dependurado
    • como  o tordo na buiz
    • e diz que os feitos que eu fiz
    • me fazem caonizado
  3. Dia. - Entra cá, governarás
    • atá as portas do Inferno
  4. Enf. - Nom é'ssa a nao que eu governo
  5. Dia. - Mando-t'eu que aqui irás.
  6. Enf. - Oh! nom praza Barrabás!
    • Se Garcia Moniz diz
    • que os que morrem como eu fiz
    • são livres de Satanás...
    • E disse-me que a Deos prouvera
    • que fora ele o enforcado;
    • e que fosse Deos louvado
    • que em bo'hora eu cá nacera;
    • e que o Senhor m'escolhera
    • e por bem vi beleguins;
    • e com isto mil latins
    • mui lindos, feitos de cera.
    • E no passo derradeiro
    • me disse nos meus ouvidos
    • que o lugar dos escolhidos
    • era a forca e o Limoeiro;
    • nem guardião do moesteiro
    • nom tinha tão santa gente
    • como Afonso Valente,
    • que agora é carcereiro.
  7. Dia. - Dava-te consolação
    • isso, ou algum esforço?
  8. Enf. - Com o baraço no pescoço
    • mui mal presta a pregação...
    • E ele leva a devação,
    • que há-de tornar a jentar...
    • Mas quem há-de estar no ar
    • avorrece-lh'o o sermão.
  9. Dia. - Entra, entra no batel,
    • que ao Inferno hás-de ir!
  10. Enf. - O Moniz há-de mentir?
    • Disse-me que com São Miguel
    • jentaria pão e mel
    • tanto que fosse enforcado.
    • Ora, já passei meu fado,
    • já feito é o burel.
    • Agora não sei que é isso.
    • Não me falou em ribeira.
    • nem barqueiro, nem barqueira,
    • senão - logo ò Paraíso.
    • Isto muito em seu siso.
    • E era santo o meu baraço...
    • Eu não sei que aqui faço:
    • que é desta glória emproviso?
  11. Dia. - Falou-te no Purgatório?
  12. Enf. - Disse que era o Limoeiro,
    • e ora por ele o salteiro
    • e o pregão vitatório;
    • e que era mui notório
    • que aqueles deciprinados
    • eram horas dos finados
    • e missas de São Gregório.
  13. Dia. - Quero-te desenganar;
    • se o que disse tomaras,
    • certo é que te salvaras.
    • Não o quiseste tomar...
    • Alto! todos a tirar,
    • que está em seco o batel!
    • Saí vós, Frei Babriel!
    • Ajudai ali a botar!

Gil Vicente, O Auto da Barca do Inferno

 


 

O Clã dos Swissbite está totalmente contra a pena de morte e apoia activamente a Amnistia Internacional.
Agora sinto-me: um swissbite triste
A música que estou a ouvir é: nenhuma musica
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 17:24
O link do post é | Comente neste blog | Veja os comentários (3) | Adicione-nos aos seus favoritos
A Barca Matutina - Um Salvamento Extraordinário
Agora sinto-me: um swissbite feliz
A música que estou a ouvir é: nenhuma, ler o jornal no dia seguinte ao rapto
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 17:24
O link do post é | Comente neste blog | Adicione-nos aos seus favoritos
Sexta-feira, 2 de Março de 2007
A Barca Matutina - Um Grande Desaparecimento
Agora sinto-me: um swissbite leitor
A música que estou a ouvir é: Nenhuma, porque estou concentrado a ler
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 17:24
O link do post é | Comente neste blog | Adicione-nos aos seus favoritos
Domingo, 25 de Fevereiro de 2007
Reportagem sobre Gil Vicente

Esta é reportagem sobre Gil Vicente da qual entrevistamos vários alunos, funcionários e professores da nossa escola, Escola E.B. 2 + 3 D. Francisco Manuel de Mello.

 

 

As perguntas efetuadas nesta reportagem encontram-se em baixo, estando as respostas no vídeo da reportagem:

Pergunta 1: Sabe quem foi Gil Vicente?

Pergunta 2: Conhece alguma obra?

Pergunta 3: Já viu alguma peça de teatro de obras de Gil Vicente?

Os sites pesquisados no Sapo para a elaboração da reportagem encontram-se em baixo:

 

 

Agora sinto-me: um swissbite jornalista
A música que estou a ouvir é: Som da Guitarra num Pôr-de-Mar Primaveril à Beira-Sol
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 20:08
O link do post é | Comente neste blog | Veja os comentários (2) | Adicione-nos aos seus favoritos
Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2007
Entrevista a Gil Vicente

Este vídeo é o vídeo da entrevista efectuada ao grande dramaturgo português, tendo de seguida as perguntas e as respostas efectuadas durante a entrevista.

 Depois de uma longa introdução deu-se então o início da entrevista, estando as respostas no vídeo.

1ª Pergunta: Quando é que começou a sua carreira?

2ª Pergunta: Sabemos que lhe foi atribuida a Custódia de Belém, o que podemos dizer sobre  isso?

3ª Pergunta: Existem escritores e dramaturgos que têm várias peças juntas, O Senhor Gil Vicente tem alguma?

4ª Pergunta: O que é uma farsa?

5ª Pergunta: Sabemos que a sua vida de dramaturgo foi dividida em 3 fases. Quais foram?

6ª Pergunta: Quantas obras fez ao todo?

Os sites pesquisados no Sapo para a elaboração encontram-se em baixo:

 

Agora sinto-me: um swissbite santinho
A música que estou a ouvir é: Música de Alaúde ao cair de uma noite de Outono
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 21:23
O link do post é | Comente neste blog | Veja os comentários (3) | Adicione-nos aos seus favoritos
Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007
Vida e Obra
 
1465- Nascimento do autor ( tem lhe sido atribuído a cidade de Guimarães, embora haja quem defenda que se trata de Guimarães Tavares, no concelho de Beirão de Mangualde )
 
Presume-se que tenha estudado em Salamanca.
 
1502- A 08 de Junho com a presença do Rei D. Manuel, da Rainha D. Maria I e da mãe do Rei, D. Beatriz, Gil Vicente interpretou a sua primeira obra em castelhano intitulada “Auto da Visitação” ou “O Monólogo do Vaqueiro” em homenagem ao nascimento do príncipe João (futuro João III).
          A partir desse dia tornou-se responsável pelos eventos palacianos e deixou de ser ourives oficial da corte (não se sabe se Gil Vicente, o ourives,  é o mesmo que Gil Vicente, o dramaturgo, mas os seus biógrafos apontam para isso). 
           Nesse ano escreveu também o “Auto Pastoril Castelhano”.
            Aqui começou a primeira fase da sua obra:
-Juan del Encina
-Temas Religiosos
 
1503- Escreveu o “Auto dos Reis Magos”.
 
1504- Escreveu o “Auto de S. Martinho”.
 
1505- Escreveu a peça “Quem tem Farelos?”
        Nasce o seu segundo filho, Belchior Vicente, filho do seu primeiro casamento com Branca Bezerra.
 
1506- Acabou a obra “Custódia de Belém” que foi nesse ano oferecida ao Mosteiro dos Jerónimos.
            Escreveu o “Sermão de Abrantes”.
 
1508- Acaba a primeira fase da sua obra escrevendo o “Auto da Alma”.
         Neste ano começa a segunda fase da sua obra relatando os problemas sociais decorrentes da expansão marítima.
 
1509-Escreveu o “Auto da Índia” (farsa que critica o abandono a que o embarque dos Portugueses para o Oriente vota a Pátria e as situações familiares).
 
1510- Escreveu o “Auto da Fé”.
 
1511- Escreveu o “Auto das Fadas”
         Foi nomeado vassalo de el-rei.
 
1512- Escreveu a “Farsa do Velho da Horta”.
         É nomeado representante da bandeira dos ourives na “Casa dos Vinte e Quatro”.
 
1513- Escreveu a “Exortação da Guerra” e o “Auto da Sibila Cassandra”.
         Foi eleito mestre da balança.
 
1514- Escreveu a “Comédia do Viúvo”.
 
1515- Terminou a segunda fase da sua obra.
 
1516- Escreveu o “Auto dos Quatro Tempos” e o “Auto da Fama”.
         Começou a terceira fase da sua obra chamada Maturidade Artística.
 
1517- Escreveu o “Auto da Barca do Inferno” e assim começa a Trilogia das Barcas.
 
1518- Escreveu o “Auto da Barca do Purgatório”.
 
1519- Escreveu o “Auto da Barca da Glória” e assim termina a Trilogia das Barcas.
         Nasceu a primeira filha, Paula Vicente, do seu segundo casamento com Melícia Rodrigues.
         Morreu o seu primeiro filho, Gaspar Vicente, do seu primeiro casamento.
 
1520- Escreveu o “Auto do Deus Padre”.
 
1521- Escreveu a “Comédia de Rubena” e as “Cortes de Júpiter”.
 
1522- Escreveu o “Pranto de Maria Parda”.
 
1523- Escreveu a “Farsa de Inês Pereira” e o “Auto Pastoril Português”.
 
1524- Escreveu o “Auto dos Físicos” e a “Frágua d’Amor”.
 
1525- Escreveu a “Farsa do Juiz da Beira”, a “Farsa das Ciganas” e ainda “Dom Duardos”.
 
1526- Escreveu a “Farsa do Templo d’Apolo” e o “Diálogo dos Judeus sobre a Ressurreição”.
 
1527-Escreveu o “Auto da História de Deus”, o “Auto da Nau d’Amores, a “Comédia sobre a "Divisa da Cidade de Coimbra”, a “Farsa dos Almocreves” e a “Tragicomédia Pastoril da Serra da Estrela”.
 
1528-Escreveu o “Auto da Feira” e o “Auto da Festa”.
 
1529- Escreveu o “Auto do Triunfo do Inferno” e a “Farsa d’O Clérigo da Beira”.
 
1531- Escreveu o “Jubileu d’Amores”. Nesse ano mandou uma carta ao Rei a defender os cristãos-novos pois tinha lhes sido atribuído a culpa pelo terramoto de Santarém.
 
1532- Escreveu o “Auto da Lusitânia” (intercalado com o estremez Todo-o-Mundo e Ninguém).
 
1533- Escreveu a “Romagem da Agravados” e o “Auto de Amadis de Gaula”.
 
1534- Escreveu o “Auto de Mofina Mendes” e o “Auto de Cananeia”.
 
1536- Escreveu a “Floresta dos Enganos” e com ela acabou a terceira fase da sua obra.
          Pensa-se que terá morrido por esta altura.
 
1562- O seu filho, Luís Vicente, fez uma compilação da sua obra que foi publicada por esta altura.
 
 Os sites pesquisados em no Sapo para a elaboração desta cronologia encontram-se em baixo:
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
Agora sinto-me: um swissbite diabinho
A música que estou a ouvir é: Uma coisa esquisita da Idade Média
Este post foi publicado por Clã dos Swissbite às 14:44
O link do post é | Comente neste blog | Veja os comentários (4) | Adicione-nos aos seus favoritos